Gua Sha: terapia chinesa a favor da saúde

O Gua Sha é uma técnica milenar chinesa que restaura a saúde e a beleza do indivíduo. A raspagem de áreas específicas do corpo ajuda a prevenir doenças e melhora o metabolismo dos músculos, aliviando a dor e a tensão.

A técnica pode ser realizada pelo terapeuta ou pelo próprio indivíduo, realizando a raspagem da região com uma espátula ergonômica e específica que pode ser de acrílico, de osso, de pedra, entre outros. O estímulo provocado pela manobra do Gua Sha promove a vasodilatação local, melhorando o fluxo sanguíneo e, consequentemente, o transporte de oxigênio e nutrientes.


História Milenar do Gha Sha

“Gua” significa raspar, escovar, arranhar. “Sha” é uma palavra composta por dois significados: areia e enfermidade. Sendo assim, Gua Sha significa “raspar a dor”.  A técnica estimula a superfície da pele, mobilizando o Qi (energia vital) e o Xue (energia do sangue), eliminando a energia ruim e as toxinas acumuladas. A origem do termo Gua Sha surgiu por volta de 220 d.C., num dos livros clínicos mais antigos do mundo, o Shang Han Lua, compilado por Zhang Zhongjing, no final da dinastia Han.


Indicações

O Gua Sha é utilizado para tratar diversos problemas musculoesqueléticos e energéticos. Ele auxilia tanto a saúde corporal quanto a mental aumentando a resistência do organismo.  Ele é eficaz no tratamento de:

  • Problemas musculares
  • Problemas digestivos
  • Bloqueios energéticos
  • Má circulação
  • Baixa imunidade
  • Enxaqueca
  • Reumatismo
  • Fadiga crônica
  • Asma
  • Sinusite
  • Alterações do metabolismo
  • Toxinas no sangue

Tratamento

O tratamento é feito com o auxílio de um creme ou óleo que auxilia na raspagem até a hiperemia local (área de vermelhidão), indicando o aumento da quantidade de sangue em uma determinada área do corpo.

A presença de pigmentação mais profunda ou de “sangue pisado” no local indica uma estagnação energética dos meridianos e de fluidos vitais. Quando isso não ocorre, significa que não há bloqueios energéticos a serem tratados.

A técnica é indolor, mas pode ocasionar desconforto em alguns pontos da raspagem. O Gua Sha não pode lesionar a pele, e as manchas desaparecem em alguns dias. O simples ato de raspar oferece os mesmos benefícios proporcionados pela massagem, moxabustão e drenagem linfática.

 

 

Contra-indicações

  • Feridas abertas ou não totalmente cicatrizadas
  • Tumores
  • Queimaduras recentes
  • Alterações circulatórias agudas
  • Inflamações agudas
  • Início de gestação

Gua Sha cosmético

Além dos benefícios para a saúde, o Gua Sha também é utilizado na área estética. Ao remover as toxinas do sangue, ele auxilia a produção de colágeno, o que contribui para o rejuvenescimento da pele tratada. A técnica é utilizada em tratamentos faciais e corporais para rejuvenescimento facial e corporal, redução de medidas e tratamento de celulites.