Música como estímulo para treinos

A música é estimulante

Ouvir música durante o seu treino faz com que o organismo reduza a produção de hormônios ligados ao estresse e aumente a liberação de endorfina – conhecida pelas sensações de felicidade e prazer.

Ainda proporciona a percepção de que o exercício passa mais rápido, dando mais vigor e ânimo. Interessante, não?

Ou seja, o uso da música no exercício ajuda profissionais do esporte, alunos, pesquisadores e entusiastas a aumentar o prazer, motivação e o desempenho durante a atividade física.

Aumenta a resistência

Segundo o professor de psicologia do esporte da Burnel University de Londres, Costas Karageorghis, as seleções musicais de pop e rock aumentam a resistência dos atletas em até 15%.

A música diminui sintomas relacionados à fadiga, mantendo o indivíduo mais ativo durante a atividade. Embora ela não reduza a percepção do esforço durante um exercício difícil, pode aumentar a confiança e fazer com que você se sinta mais positivo.

A música aumenta a resistência graças à sincronização dos movimentos do atleta com a batida do som. Alguns pesquisadores falam em melodias com 120 batidas por minuto (bpm), 145, 160 ou até 180. Sabia que há aplicativos que auxiliam as pessoas a encontrarem o seu ritmo de treino e recomendam a batida ideal da canção?

Em uma entrevista à BBC, o professor comenta a expressão state of flow (estado de fluxo) que é um estado motivacional final no qual os esportistas estão completamente imersos no que estão fazendo e se sentem como se estivessem funcionando no piloto automático.

Quando se chega a um estágio ideal do treino, os atletas experimentam:

  • Aumento de vigor
  • Sensação de felicidade
  • Ânimo elevado
  • Menos emoções negativas como depressão, tensão, raiva e cansaço

“A música pode alterar a excitação emocional e fisiológica de um modo bem parecido com um estimulante ou sedativo farmacológico”, diz Karageorghis. Para ele, a música tem a capacidade de estimular a pessoa antes mesmo dela entrar na academia.

 

 

Montar uma playlist

Escolher músicas conhecidas e as suas favoritas, ajudam a manter a velocidade e a motivação do exercício.  Dê uma olhada nessas dicas para montar uma seleção de músicas com a batida perfeita para você.

  • Reúna as músicas que você goste
  • Altere a velocidade das músicas (batidas)
  • Selecione músicas além do tempo de treino
  • Leve em conta as letras das músicas
  • Escolha uma música para o aquecimento
  • Selecione uma música para finalizar (uma ou duas mais tranquilas)

Já imaginando suas músicas para o seu próximo treino, certo? Mas antes, inspire-se ouvindo as playlists do tenista Bruno Soares e da jogadora de vôlei Carol Gattaz. Ficaram muito legais!